A lápis

Sempre gostei de usar lápis.

Sempre gostei de poder reescrever sem ter que riscar. É fácil passar borracha.

Meu coração é escrito à lápis. Apago nomes, escrevo outros, apago e reescrevo. Quantas vezes eu quiser.

Sempre achei que meu coração não falava comigo, que não me obedecia, que não me queria. Quanta bobagem. Na verdade eu escrevo sem perceber, e apago sem querer.

O coração é meu e de mais ninguém. Sofrer não é desculpa de não controlar…é desculpa de não saber que pode apagar, porque quando a gente quer… a gente apaga.

Danielle Means

♥ Ouça aqui

Copyright© 2006-2008 Todos os direitos reservados
%d blogueiros gostam disto:
close-alt close collapse comment ellipsis expand gallery heart lock menu next pinned previous reply search share star