DROPS de acasalamento

Dia desses, depois da dança do acasalamento, sei lá porque cargas d´água eu ficava com uma música na cabeça.

Mamãe vai me dar um irmãozinho, estou contente, que bom…

Ele, MUITO assustado, pergunta:

– Por que tá cantando essa música???
– Nada, ué… É que fiquei a semana inteiro ouvindo “Palavra cantada” com Marina…
– Ihhhhh, então arranja outra música, porque essa você me assusta!
– Credo…fica tranquilo…
– Tem certeza? Você não está me jogando nenhuma indireta? Não está me preparando de novo?
– Não! É só uma música!

– Logo essa? E logo agora?!!

A semana passou. Mais uma vez, depois do curso intensivo de dança, lá estou eu com uma música na cabeça. Ele pergunta:

– Eu sei que você está com uma música na cabeça… É a mesma de novo? Pára com isso…
– Não…
– Então qual é?
– Nenhuma…esquece.
– Aposto que é a mesma! Andou ouvindo Palavra Cantada de novo?
– Não… Essa semana foi Mamonas Assassinas.
– Então qual é a música???!! Fala!!
– Robocop gay.

Ficou PUTO.

Tempo

Eu sei que isso já aconteceu outras vezes… Eu sei que já venho falando disso há tempos… Mas ta difícil escrever. Tô avisando, porque sei que tem gente que vem aqui sempre dar uma olhadinha, e sei como é frustrante esperar alguma coisa de onde não vem nada!

Tsc.

Mas vamos ver… todas as vezes que aviso que vou dar um tempo, sempre aparece um texto novo!

Beijo, queridos.

Até daqui a pouco.

Recados

–> Sabe que eu pensei que gostava de você? Hoje, especialmente, depois de um dia cansativo, só penso na minha caminha… E se você me ligar, juro que vou fingir que não te ouvi. De novo.

–> Sabe que eu pensei que tivesse esquecido você? Hoje, especialmente, depois de um dia cansativo, só penso na minha caminha. Com você. Juro que desligaria o botão do mundo.

–> Sabe que até que gosto de você um pouquinho? Hoje, especialmente, depois de um dia cansativo, só penso na minha caminha… Mas, sabe…eu até que te daria um pedacinho dela, se você pedisse. Por que você não me liga?

Vidinha injusta essa, não?

É hoje!!!

Lost

 

Finalmente a estréia da 4a. temporada de Lost hoje nos EUA. Bem…é hoje, mas na verdade amanhã que é dia de reclamar da Velox, me estressar com a conexão, vigiar o download de 5 em 5 minutos, e depois pegar um copo de Coca-cola, comendo algo ainda mais calórico, dar gritinhos e suspiros quando o Sawyer aparecer na tela,  ouvir meu irmão mandando eu parar de palhaçada, xingar o Jack, ficar bolada com o Locke, rir com o Hurley, morrer de inveja do corpo da Kate, e mandar meu irmão parar com a palhaçadaaaaaaaaa. E o mais legal é que semana que vem tem mais! E a outra! E a outra! Uhuuu!!

Saudaaaaadeeeeeee!!!!!!

ps: Marininha vai dormir horrores.
ps2: colonizada é a mãe.
ps3: a sua.

 

Diálogos bizarros

Depois de uma exaustiva explicação, Amiguinha 1 finalmente me pergunta:

– Entendeu então?

– Ok, entendi…Resumindo: a gente está esperando esse documento chegar autenticado para seguir o processo.

– Não, nada disso! O seu problema é que você não está prestando atenção em nada que eu digo…

– (suspiros)

– O que a gente está esperando é que esse documento chegue autenticado para seguir o processo…

– Ahhhhh sim, agora entendi.

 

EU que não presto atenção?!

 

——————————————————————————————-

O papo era sobre comida. Amiguinha 2 e eu falávamos de coisas calóricas e deliciosas… Daí eu disse:

– Engraçado, todo mundo adora sorvete, mas, particularmente, acho meio enjoativo…

– Ai, mas eu a-do-ro! Ontem mesmo comi uma taça enorme em casa. Meu cunhado estava lá com meu sobrinho. E como ele está levado, menina!

– Ah, mas criança né mole não…

– Ele foi pra escola e contou que um menino bateu nele, e o pai começou a contar várias histórias de quando ele era pequeno. Contou que um menino fazia a brincadeira-da-baba…você conhece?

– Não…

– Então, é assim… (explica toda brincadeira da baba…)

– É??? Nossa, que engraçado!!! (mentira, super sem graça)

– É, eu também morri de rir!!! Aí que ele ensinou ao meu sobrinho a irritar os amiguinhos assim…

– (cara de “yyyyuuupiii!!”)

– Menina, mas eu a-do-ro sorvete…

– Hein?

– É que meu cunhado que levou…tava uma delícia!

 

Fiquei com medo de perguntar do que mais ela gostava.

 

——————————————————————————————-

Nesses dias de frio congelante, Irmão 1 e Irmão 2 iniciam aquele papo que só famílias que se amam sabem ter. Irmão1 diz que vai tomar banho, Irmão 2 pergunta assustado:

– Aí, você vai tomar banho com esse frio?

– Vou, por quê???!!

– Hahahahahahahahahahah duuuuuuuuvidooo, cara! Du-vi-do que você tome!!!! Vai ligar o chuveiro e fingir que tomou banho. Porco pra caralho!

– EU que sou porco???!!!

– Né não? Já ficou 3 dias sem tomar banho!!!

– EU???? Eu tomo banho todo dia, seu viado!

– Toma porra nenhuma!

– Hiiiiiii, vai tomar no cu, muleque! E você que já ficou sete????

– Quando que fiquei sete dias sem tomar banho?? Você está inventando!

– E a pizza que você comeu do meu suvaco???

– Ahhhhh, claro! Fome do caralho! Você crente que eu não ia comer…se fudeu!

– Eu tinha jogado bola, seu imundo!

Meu pai PUTO, levanta e sai resmungando:

– Porra…e vocês ainda reclamam do meu peidinho, hein?

 

Eu só imaginava a gente sentado no sofá da Hebe, e ela sorrindo para o auditório perguntando: eles não são umas gracinhas?

hebe.jpg

Sobre-mesa

sobremesa

Ora, ora…

Resolvi inaugurar um espaço aqui no blog, não só para provar que milagres acontecem, mas também para ajudar minhas caras colegas, que como eu, não sabem nada de cozinha.

Nessa minha mais nova fase mãe-anfitriã-porque-minha-filha-é-linda-e-todo-mundo-quer-visitar, me vejo desesperada por sites de culinária, procurando algo que esteja ao meu nível zero de cozinha.

Separei algumas receitas QUE DERAM CERTO, e são super fáceis de fazer. Nenhum ingrediente difícil, e nada que dure horas para preparar.

Algumas eu já tinha, porque tenho um caderno hiper organizado, com textos não publicados, notas de antigos alunos, contas a pagar, horários de quando ainda fazia faculdade, e, claro, algumas receitas, que sabe-se Deus lá onde ouvi. Mas juro que são boas, viu? Essa primeira, inclusive, faço uma vez na vida e outra na morte, porque dá preguicinha, mas é fácil e é uma delícia. Juro.

Beijo procês!

E boa sorte! :-P

Mentira sincera

Ontem, às 8:00 da noite:

– Mãe, esperaí rapidinho, que vou deitar um pouquinho com Marina na cama pra fazê-la dormir, e assim que ela dormir eu já volto…

Acordei com a neném mordendo meu braço. Olhei no relógio: 8:00 da manhã.

Mas eu JURO que pensei que voltaria. JURO!!!!!

ps: Marina, depois de doze horas dormindo direto, mamou, brincou uns 20 min. e dormiu de novo.
ESSA É MINHA FILHA!