Índio também sabe brincar

A vida de todo mundo é difícil. A minha, a sua, a do vizinho. Sei também que problemas adquirem proporções conforme a postura que a gente assume diante deles. Mas sei também que quando a gente chora, não importa a postura, é porque dói tudo igual.

Tenho uma tendência fortíssima pelo drama. Você não me ama, não me quer, não pensa em mim, não liga para o que eu sinto ou penso, e buá. Assumo. Assumo também que sinto mais do que deveria sentir. Me importo mais do que deveria me importar, e também consigo amar mais do que deveria.

Mas por que estou falando isso? Não sei. Estou há dias tentando achar palavras para tudo que tenho sentido. Desapontamento? Talvez. Sempre questionei os valores que as pessoas possuem e o porquê atraio aquelas que têm valores diferentes dos meus. Não se trata de opostos que se atraem. Se trata de índio falando com português. Mim índio. Mim não querer espelhinho. Mim querer cachimbo. Ôpa, aí não!

E pior que não adianta dizer que isso já cansou, e fazer meu drama habitual. Não sou eu que vou resolver os problemas do mundo ou convencer alguém que é feio ser desonesto-ou-sei-lá-o-quê. Não porque eu saiba o que é certo, mas às vezes é só uma questão de lógica, e principalmente: de ética.

Esse não foi o primeiro, e, infelizmente, não será o último texto sobre desapontamento. Difícil vai ser continuar achando palavras.

Tudo cabe no coração da gente… Palavras que se limitam ao dicionário.

19 comentários

  1. Ded disse:

    Ainnnnnnnnnnnn, até q enfim!!! Entrei nesta blog e achei algo escrito!!!

    POr que será que parece que tds as mulheres sofrem com as mesmas coisas ao mesmo tempo?
    Estou bastante desapontanda com ‘certas’ pessoas,, mas fazer o que a vida é assim…

  2. Luísa disse:

    Como sempre,todas as vezes que venho aqui adoro.

    Escute Isabella Taviania,se ainda nao conhece.Ahco que combina com voce.Sei la por que.

    Beijos

  3. Cinara Lisboa disse:

    Então Dani…

    Mundo estranho esse nosso né?!
    E pra onde é quem vão os nosso valores?!

    Sei lá..:Desapontamentos mesmo…

    Bjks,

  4. euzinha disse:

    Nem fala de desapontamento…mas sabe, acho q a gte tem q ser a gte mesmo e o outro tem q aceitar se gosta mesmo da gte…independente se somos carentes ou estressados rs falo isso pq to passando por um fim de namoro onde eu tentava entender meu namorado carente, mas ele nao teve vontade de entender minha falta de paciencia :(
    Bjoooo

  5. Vânia Regina disse:

    Desapontamento…tive um bem pouco tempo…mas passa…passa??? esqueço…
    beijos para vc e sua princesa.

  6. Michel disse:

    O “Ser” Humano é difícil né.

  7. Nina disse:

    Eu sempre tento me convencer que nos desapontamos para aprender coisas novas sobre as pessoas…
    Nem sempre consigo, mas continuo tentando..

    bjo p vc e p minha xará linda! :)

  8. Juliana disse:

    é um texto que se encaixa exatamente no que sinto. sabe, não acho que sejamos tolas em pensar assim.. talvez o mundo realmente esteja precisando de um pouco mais de sensibilidade e abraços calorosos.

    =*

  9. Mari disse:

    Oi!

    Vou começar meu comentário dizendo que estava com saudades dos seus textos sempre tão inteligentes e cheios de sentimentos.

    Ah, desapontamento… Às vezes, penso em desistir das pessoas, sabia? Elas não são amigas, nem tão fiéis e eu no meio de tudo isso só querendo ter uma vida sincera.

    Eu também tenho tendência ao drama. Mas as pessoas estão muito insensíveis. Estou realmente desapontada com o mundo.

    Estou mais ou menos como você, mas sabe o que eu faço? Finjo que tudo isso é normal… É apenas uma questão de sobrevivência…

    Beijos

  10. Jessica disse:

    O lado bom, que eu vejo em tudo isso, é que tem um detalhe que eu vou prestar mais atenção da próxima vez.
    Beijinho

    ps.: tava com saudade de você, das tuas divagações =)

  11. Van disse:

    É… o coração da gente e a cabeça da gente é uma fábrica de sentimentos!
    Tudo acontece neles, né?!

    beijinhos

  12. Thi disse:

    Bem vinda novamente!!

    Saudades

  13. Nati disse:

    Daaani, você sumiu.
    Quem acredita sempre alcançam, já diria Renato, ou se decepciona também, baby.
    Acontece… mas tem nada não. Deixa esse povo sem coração de lado.

    Anyway, eu adorei o lay, aliás, os seus lays são sempre muito bons. Todos tão cleans.

  14. - Danii disse:

    Hum… é chato pq tem gente sempre tem uma tendência a acreditar nas pessoas [e sou uma delas], e qndo elas nos decepcionam ficamos desapontados… mas nem sempre podemos culpar elas ou nos culpar… faz parte da ‘criação’ das pessoas… que ‘aprenderam’ a ser extremamente individualistas… e qndo acham alguem que ‘acredita’ nelas… as usam sem se preocupar com os setimentos alheios! O que não podemos fazer é nos entristecer por causa dessas pessoas… pq elas não estão nem aíi pra gente… Não vale a pena se entristecer…. O jeito é deixar pra lá… Mesmo q as vezes seja dificil!!
    Beeijinhoss!!
    ;***

  15. Muleka disse:

    É complicado… tb amo demais, me preocupo demais e pra q? Pra me preocupar e amar d+ sozinha. Tb já me questionei mto. Hoje em dia prefiro nem pensar, senão piro. Bjs *)

  16. fabíola disse:

    tão bom ver novidade por aqui! ^^
    texto ótimo [e totalmente me identifico] como sempre!

    beijos!

  17. acho tão lindoummm quando as pessoas me chamam de Marina… :´)

  18. Dayanne disse:

    Se a gente para, para analizar as pessoas, de verdade, sempre se decepciona Marina… Na verdade acho que sempre esperamos mais das pessoas, ate mesmo do que elas podem ser/ou nos oferecer sabe!
    Esses dias escrevi uma carta de 2 páginas pro Pai do meu filho, insatisfações que tenho em relação a ele, percebi que o pobre tem tentado melhorar, Mas……………….. ainda assim não consegue me agradar por completo porque eu gostaria que ele fosse mais…. gostaria que ele fosse como eu, ou como um outro pai que eu conheço e julgo ser o Pai perfeito, etc, etc….

    Melhoras Flor

    Beijokas

  19. ronaldo ichi disse:

    “Desapontamento” tem sido também, uma palavra constante por estas terras. Não que as pessoas “deveriam” ser diferentes, nada assim, mas não deixamos de sentir um certo… “podia ter sido melhor, do que foi”.

    Beijos Juju!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s