Recados

–> Sabe que eu pensei que gostava de você? Hoje, especialmente, depois de um dia cansativo, só penso na minha caminha… E se você me ligar, juro que vou fingir que não te ouvi. De novo.

–> Sabe que eu pensei que tivesse esquecido você? Hoje, especialmente, depois de um dia cansativo, só penso na minha caminha. Com você. Juro que desligaria o botão do mundo.

–> Sabe que até que gosto de você um pouquinho? Hoje, especialmente, depois de um dia cansativo, só penso na minha caminha… Mas, sabe…eu até que te daria um pedacinho dela, se você pedisse. Por que você não me liga?

Vidinha injusta essa, não?

20 replies to “Recados

  1. Amei seus textos e quero confessar q tb tenho como ofício a vigilância do celular…rsrs
    Imagino q goste de ler e deixo a dica de uma grande escritora, a Martha Medeiros, faz crônicas deliciosas!
    Ainda sobre nossa espera, indico tb uma música do Cazuza, se chama “Minha flor, meu bebê”. Além de linda ela tem uma frase que explica mta coisa…

    “A DOR NO FUNDO ESCONDE UMA PONTINHA DE PRAZER…”

    Beijos…

  2. As vezes, eu queria que um único “você” sumisse. Em outros momentos, queria que o mesmo “você” ficasse mais próximo…
    Pense pelo lado positivo, você tem várias expectativas e diferentes “você”. O meu é beeeeem óbvio!

    Beijos

  3. Irmazinhaummmmmmmmm… Num sei não, mas acho que você está vivendo a minha vida. Injusta. Os mesmos recados!!! Até a cor dos “vocês” eu teria escolhido as mesmas.
    Beijos com saudades

  4. Vou te mandar um texto de mãe que achei por ai na net, tava lendo e lembrei de vc.
    da maezona que vc é

    beijo

    ps: eu chorei horrores lendo

  5. e a mulher se engana. olhando para o visor do maldito aparelho…reza em voz baixa “se ligar não atendo, se ligar não agendo, se ligar não atendo, se ligar não atendo…caral…por que não liga, por que não liga…”
    legal, adorei
    mariah

  6. Eu usaria hoje o terceiro recadinho! hahaha. “Pq não me ligaaaaa???????” Eu faço pose de “to nem aí, liga se quiser”, mas bem q o celular tá aqui do lado, sob vigilância pesada. ;)

    beijos

  7. oi Lisias,

    não quis dizer que todos a usam como muletas mas é inevitável nos apegarmos a uma coisa que nos faz bem… e o poema faz mto bem… sofrer não eh opcional. vc sofre por uma perda, não sofrer seria frieza. mas o que fazer adiante, como levar sua vida, isso sim, é uma opção de cada um.

    tenho um mantra proprio(evito usar frases prontas. são as verdades de outrém e não as minhas): “tenho orgulho no coração, mas não permito que ele me impeça de ser feliz. nem finjo que ele me faz feliz”

    gosto mais desse. abraço.o/

  8. Humm… Eu não vejo o que a Dani escreve como uma muleta que uso para não cair…

    Antes, é sim um mantra que eu entôo como linimento, para aliviar um pouco a dor e me ajudar a me levantar mais rápido – eu vivo caindo… :-P

    Dói um bocado, eu sei. Mas o sofrimento é opcional. ;-)

  9. “A coisa mais injusta sobre a vida é a maneira como ela termina. Eu acho que o verdadeiro ciclo da vida está todo de trás pra frente. Nós deveríamos morrer primeiro, nos livrar logo disso. Daí viver num asilo, até ser chutado pra fora de lá por estar muito novo. Ganhar um relógio de ouro e ir trabalhar. Então você trabalha 40 anos até ficar novo o bastante pra poder aproveitar sua aposentadoria. Aí você curte tudo, bebe bastante álcool, faz festas e se prepara para a faculdade. Você vai para colégio, tem várias namoradas, vira criança, não tem nenhuma responsabilidade, se torna um bebezinho de colo, volta pro útero da mãe, passa seus últimos nove meses de vida flutuando. E termina tudo com um ótimo orgasmo! Não seria perfeito?”
    Charles Chaplin

  10. sabe,
    gosto mto do seu modo de pensar… mas fico tentado a dizer que apesar de acreditar que vc leve sua vida da sua maneira, seja inevitavel acreditar que algumas pessoas que leem suas palavras as use como muleta para se manter em pé emocionalmente…

    como no seu poema “à lápis”. ele me soa como um mantra. um mantra para mostrar que vc não sofre. quando na verdade sofrer não é problema algum. eu sei. é horrivel, mas é também um otimo professor, eu prefiro a glória de me reerguer do que o consolo de nunca ter caido por causa de minhas muletas….

    …não veja a critica como uma ofensa, mas como… alias, deixe pra lá. eu sei que isso não vai fazer a diferença mesmo. tchau, até a proxima. o/

  11. Por que?
    Por queeee?
    Na dúvida e na esperança de que o telefone toque, durma! Ou procure algo bem legal pra fazer, daquele tipo de coisa tão envolvente que não deixa lembrar que existe um telefone que não toca.

    Beijo e bom fim-de-semana =)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
close-alt close collapse comment ellipsis expand gallery heart lock menu next pinned previous reply search share star