Leribinha Ontem aqui em casa foi dia de comemoraç…

Leribinha

Ontem aqui em casa foi dia de comemoração. Aliás, todo dia 14 tem festinha. Aproveito a ocasião para reunir algumas amigas, botar o papo em dia e exercitar a minha mais nova habilidade, que é de ser anfitriã. Logo eu, a mais preguiçosa recebedora de pessoas ever. Porém, o mais interessante é que eu tenho achado tudo lindo.

Marina fez quatro meses.
Eu sempre penso em mil coisas para fazer, tanto de comida quanto de decoração, mas quando menos percebo já chegou de novo dia 14 e nem deu tempo de fazer nada…e lá vai eu para cozinha (sim, eu vou!!!) fazer o bolo de chocolate de sempre, encomendar uns salgadinhos em cima da hora e enfeitar a mesa com sobras de aniversários passados. Tem de tudo: pratinho rosa, guardanapo quadriculado, copos de “Procurando Nemo” e até uma velinha do Ronald Mc Donalds. Ainda bem que tenho sobrinha, né? Mas, sabe que fica tudo fofo???!!!! (aaaummmm)

Vieram umas amigas que eu já não via há alguns meses, e juntos com a minha família relembramos do início da minha gravidez no estilo o-que-eu-esteva-fazendo-quando-soube-da-notícia, porque foi um choque para todo mundo. Não por moralismo, mas sim porque ninguém imaginava que um dia eu seria mãe. Muito menos eu. Se elas ficaram assustadas, imaginem eu! Né possível que isso esteja acontecendo comigo. Vou acordar, contar para todo mundo o sonho que tive, e depois vão rir da minha cara. Engraçadão, né? Nada. O exame de farmácia deu positivo. O de sangue deu positivo. E na ultra tava ela lá…com menos de 1 cm, mas com o coração já vivo, batendo para mim. A médica disse “parabéns!”…mas eu não sabia se chorava emocionada por ouvir pela primeira vez o coração da minha filha ou pela pergunta que não saía da minha cabeça: “o que vai ser da minha vida agora?!”.

Bom, mas disso já ta todo mundo careca de saber. Se eu não tivesse com tanto sono e com tanta preguiça, contaria mais detalhes. O caso é que apesar de todas surpresas, sou uma ótima mãe, obrigada.

Claro que tenho muito que aprender, ainda sou sem jeito com muitas coisas… Mas lembro o primeiro mês, e como que tudo era difícil. Tive crises de choro achando que não sabia cuidar dela, e eu ficava tão cansada, mas tãããão cansada que achava que eu nunca mais na vida voltaria a ter uma aparência saudável. Eu tinha muitas dores nas costas, nos braços, e amamentar completava o pacote.

Hoje ainda fico um caco no final do dia. Às 10 da noite já estou no automático…mas ela já está cheirosinha dormindo. Mamar só amanhã de manhã. Já aprendi que se às 5:00 eu a levar para minha cama, ela ainda dorme até às 8:00…e lá vamos nós começar o nosso dia. Também já estou por dentro dos remédios, o que serve para quê. As fraldas que prestam, as que vazam, as que deixam assada, as mais caras, as que são ótimas, as que são melhores para noite. Já entendo o cartão de vacinação. Já dou banho nela. Já sei cuidar dela sozinha, o que não quer dizer que não precise de ajuda…aliás, é fundamental.

Bem, a semana está aí começando.
Mas deixem eu ir lá, porque também aprendi que se eu quiser descansar tenho que ter os mesmos horários que ela…e a sinhá já está dormindo faz tempo!
Boa semana e um beijo bem grande para todo mundo.

(tô aqui pensando…acho que vou fazer festa caipira… cocada, pé-de-moleque…hã? bom, se não der tempo, a gente coloca um chapéu de palha no Ronald Mc Donalds…hein?)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
close-alt close collapse comment ellipsis expand gallery heart lock menu next pinned previous reply search share star