M.A. – Mães Anônimas Oi, eu sou a mãe da Mar…

M.A. – Mães Anônimas

Oi, eu sou a mãe da Marina, e desde que ela nasceu não sei mais ficar um dia sem ela.
Quase não como, durmo pouco e penso nela 24h por dia.
Estou em abstinência há exatos 30 minutos… Tempo do seu cochilinho antes da próxima mamada, mas preciso confessar que apesar de ser um tempinho de descanso, sinto falta e toda hora vou lá no berço dar uma olhadinha, e não saio de lá de jeito nenhum, enquanto não lhe der pelo menos um beijinho.

Nunca fui consumista compulsiva, mas se vou à rua, não consigo mais voltar para casa sem comprar nada. Todo dinheiro que tenho, gasto com ela. Se acaba, uso o cartão de crédito e depois Deus ajuda a pagar. Ai, essa roupinha vai ficar linda nela, ai, esse pijaminha…esse lacinho, esse sapatinho! Ai, e essa cor de chupeta ela não tem…Esse mordedor é mais bonito que os outros últimos que comprei… Ai, essa mamadeira é linda! Essa outra também. Tudo que está escrito “para bebês”, eu quero olhar/ler/cheirar/comprar.

O berço está bem do lado da minha cama. Qualquer resmungadinha eu acordo. Fico a noite toda vigiando a chupeta, que ela mesma larga, reclama e eu coloco de volta. Meu dia começa e nem está claro ainda, e já penso em tudo que ainda tenho que fazer, se os horários dos remédios estão certos, o que falta esterilizar, roupas que tem que colocar para lavar, arrumar a bagunça que eu mesma faço nas coisas dela…mas quase sempre me atraso em tudo, já que fico disponível o dia todo para o que ela quer.

Deus nunca me ouviu tanto… Mas foi Ele que me deu, então agora agüenta, né? Deus, me ajuda a saber o que ela quer. Deus, por que ela não pára de chorar? Deus, dê saúde. Deus, me dê força. Deus, cuide de nós.

É muito difícil ser diferente…sabe por quê? Porque o momento mais emocionante que tive na vida foi quando ouvi seu choro quando nasceu. Porque cada novidade, cada sorriso é um momento mágico, mesmo quando ela quer brincar às 3:00 da manhã, quando estou no auge do meu cansaço. Porque numa sala cheia é para mim que ela olha. Porque quando ela quer dormir, é a mim que ela quer. Porque só eu sei o jeitinho que ela gosta. Porque eu conheço cada chorinho dela. Porque só eu sei de suas manias. Só ela nasceu de dentro de mim.

As pessoas falam o tempo todo sobre o amor de Deus, e a gente não acredita ou não entende muito bem. Dizem que não há nada maior e que nossa mente limitada nunca conseguirá entender esse amor infinito. Hoje vejo tudo de forma diferente. Não sei até que ponto hoje consigo entender, mas, com certeza, a minha filha é a maior declaração de amor que Deus já fez para mim.

Nenenzinha, mamãe te ama mais que tudo na vida.
Deus te abençoes sempre.

À minha família eu não tenho nem palavras, só meu coração.
Aos meus amigos, muito obrigada por tudo… Pelo carinho e pela força sempre. Sem vocês tudo teria sido mais difícil.

Beijo para todos.

E na próxima reunião, tragam alguma coisinha para comer, né? Mãe que é mãe, adora fazer um bolinho. ;-)

Té mais.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
close-alt close collapse comment ellipsis expand gallery heart lock menu next pinned previous reply search share star