Vida de cachorro Quando você resolve ter um cacho…

Vida de cachorro

Quando você resolve ter um cachorro, gato, periquito, tamagochi, sei lá, você tem que estar consciente de que vai ter que cuidar, alimentar etc., né verdade? Senão, o pobrezinho fica lá, jogado às traças, até o momento que ele começar a babar, espumar, e, por favor, não faça essa cara de desentendido quando ele começar a morder todo mundo.

Ah, sim, e é exatamente por isso que você não tem nada, né?

Poizé. Mas, quando você resolve ter uma mulher (leia-se: caso/namorada/esposa/amante), é muito mais complicado. Por quê? Porque mulher, meu filho, RECLAMA. Quando você chegar em casa, e não der atenção porque está muito cansado, você acha mesmo que ela vai balançar o rabo esperando carinho na cabeça? Ela vai é te ESCULHAMBAR!

Ah, não tem tempo? Ah, tá cansado? Ah, o dia foi difícil? Ah, eu não entendo? Então da próxima vez você compra um periquito e COME o periquito.

O meu dia pode ter sido dos infernos, e eu posso ter comido o pão que o diabo amassou, mas eu AINDA penso em você, e sinto saudades sua, seu maldito. Deus me livre olhar para sua cara idiota o dia inteiro, mas na hora da janta eu quero falar como foi meu dia, ouvir como foi o seu…Que fale coisas boas, ruins… Que xingue, que reclame, mas não quero jantar sozinha, e nem ter que balançar o rabo para ter carinho na cabeça… É difícil entender?!

Ah, você me entende? Ah, você realmente acha que eu tô certa? Então por que tenho de GRITAR para você ouvir?!

Pára de fingir que acha que tenho razão só pra eu calar a boca! Tá, eu sei que você me ama, mas dá para me entender de vez em quando, e parar de achar que só você tem razões, que só você pode, e que só você tem pau no mundo?! Eu não tenho, mas o vizinho deve ter um, que pela cara, não deve ser amostra grátis.
(ok?)

Eu não quero dormir agora. Eu não quero parar de reclamar. Eu não quero estar na sua vida só porque você precisa de uma mulher para descansar no fim do dia. Não quero mais entender que você está cansado para ser sociável. Não quero mais entender que você tem problemas demais.

Ah, sim, sou uma bruxa malvada. Aliás, uma bruxa malvada, histérica, e deveria ter sangue de barata. Você me ama, e só isso deveria importar. Eu só não sei porque não te transformei num eunuco ainda.
(Tá vendo como no fundo eu tenho bom coração?)

E quer parar de fazer gracinha enquanto estou falando sério?!! Está vendo essa espuminha no canto da minha boca? É ÓDIO!

Cansei de me sentir uma poodle.
Uma libélula pelo menos deve ser mais feliz.

Ps.: texto super antigo que não havia sido publicado.
(eu ACHO!)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
close-alt close collapse comment ellipsis expand gallery heart lock menu next pinned previous reply search share star